Constrangida, Câmara/VG quer retratação imediata sobre matéria jornalística

 

A Câmara Municipal de Várzea Grande emitiu hoje (08/01), nota de esclarecimento quanto a uma matéria jornalística de um semanário onde cita o envolvimento do Vereador, Calistro Lemes (PSD) com tráfico de drogas, a nota afirma que nenhum outro parlamentar possui relação com tal criminalidade e que a direção da casa jamais direcionou acompanhamento jurídico para o preso, sendo de sua exclusiva responsabilidade. O legislativo promete que irá acionar judicialmente  o órgão de Imprensa responsável pela publicação, com as devidas reparações morais e criminais caso não haja a devida retratação imediatamente. Veja abaixo íntegra do comunicado.

“A Câmara Municipal de Várzea Grande vem a público prestar esclarecimentos sobre a reportagem do jornal ‘O Mato Grosso’ intitulada como ‘Câmara da Vergonha’ para informar que nenhum outro vereador está sendo investigado por envolvimento com o tráfico de drogas.

 
Nunca houve determinação da direção para que a assessoria jurídica da Câmara acompanhasse o vereador em sua defesa mas somente para emitir um posicionamento seguro sobre o ponto de vista regimental da Casa. Isso porque a defesa no inquérito e na ação é de responsabilidade exclusiva do vereador e não da instituição, todavia, caso haja correlação com o exercício parlamentar isso pode e deve ser apurado internamente.

 

Qualquer medida será divulgada por meio da assessoria de imprensa em respeito à transparência da Administração Pública. A Comissão de Ética Parlamentar deverá analisar o caso de acordo com o Regimento no retorno do recesso parlamentar. 

No tocante as afirmações do Jornal “O Mato Grosso” dando conta de que todos os demais vereadores fazem parte dessa “quadrilha” de venda de drogas a Câmara de Vereadores repudia a matéria por não ser verdadeira e irá adotar as medidas jurídicas contra o jornal e seus responsáveis cabendo a cada vereador a mesma medida do ponto de vista de reparação de danos morais e responsabilização criminal do jornalista caso não haja retratação imediata”.

2 comentários em “Constrangida, Câmara/VG quer retratação imediata sobre matéria jornalística

  • 8 de janeiro de 2020 em 20:30
    Permalink

    Agora q q é esse?
    J C não vai mandar retratar nada enquanto não aprovarem…

    Resposta
  • 9 de janeiro de 2020 em 14:16
    Permalink

    é com essa nota da câmara que nós podemos ver que os vereadores não conhecem nada sobre lei… o que eles estão fazendo lá ?!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *