Conselheiro derruba decisão; TJ manda voltar ao cargo em VG

 

O Conselheiro Tutelar de Várzea Grande, Felipe de Almeida afastado cautelarmente do cargo pelo juízo de primeiro grau conseguiu voltar a função através de um agravo de instrumento obtido junto ao TJ/MT, a sentença foi expedida pela Desembargadora Maria Helena Ribeiro. Na decisão anterior, Almeida teria sido enquadrado na Lei Maria da Penha e conforme o magistrado não poderia continuar no cargo. O Ministério Público de Mato Grosso terá 15 dias para impugnar o resultado do Agravo favorável ao Conselheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *