‘A Vida Invisível de Eurídice Gusmão’ faz cinema de lágrimas com a grife de Karim Aïnouz

Era difícil não notar os soluços na projeção para a imprensa internacional de A Vida Invisível de Eurídice Gusmão no 72º Festival de Cannes, na manhã desta segunda: habitualmente sisuda, a plateia de críticos não escondeu seu encanto por uma história de lealdade fraterna filmada pelo cearense Karim Aïnouz, consagrado na Croisette há 17 anos com…

Ler mais