CONTADOR DE VG ERA RESPONSÁVEL POR EMPRESAS FANTASMAS

21:08:21DA REDAÇÃO

CONTABILIDADE QUENTURA

O GAECO – Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado, desarticulou grande esquema de dinheiro público, entre órgãos públicos e a FAESPE, a operação denominou-se “CONVESCOTE”.

A operação foi deflagrada na terça-feira, após investigações realizadas pelo Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que apurou fraudes de, ao menos, R$ 3 milhões em contratos firmados entre a Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual (Faespe) e instituições do Estado, como a Assembleia Legislativa, o Tribunal de Contas e prefeituras do interior.

CONDUÇÃO COERCITIVA

O GAECO pediu ainda a condução coercitiva para depoimento de Marcos Antônio de Souza, dono do escritório de contabilidade Euro Serviços Contábeis, que atende a maioria das empresas citadas na denúncia, e dos funcionários da FAESPE Fadia Kassem Fares Garcia, José Augusto Proença de Barros e Lázaro Romualdo Gonçalves de Amorim.

A Euro Serviços Contábeis, com sede na cidade de Várzea Grande,foi alvo de busca e apreensão durante a “operação Convescote”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *