CORRE CORRE NA HABITACÃO, PEITOU E PERDEU SÓ 1,5 MILHÃO

Fonte do site OEMPALLADOR  nos disse hoje (18/03), que durante esta semana  foi um verdadeiro corre corre na Secretaria de Habitação. Tudo por conta de uma área pública pertencente ao município de Várzea Grande na região do Bairro São Mateus. Segundo o informante, estiveram conversando com o Secretário Kahlil Baracat, o próprio delator da ARARATH Junior Mendonça e os irmãos Roni e Cláudio, para tentarem contornar a malfadada compra de um imóvel localizado na Rodovia dos Imigrantes, porém o Secretário manteve-se incólume em sua posição, e notificou os Mendonça para paralisarem as obras no local e empurrou o problema pra Procuradora, Sadora Xavier. A mesma fonte afirmou que o valor do negócio foi de R$ 1,5 milhão e os compradores teriam comprado sabendo da bronça e mesmo assim correram  o risco do negócio milionário. O Grupo Amazônia Petróleo dispõe de umas das mais respeitadas bancas jurídicas da capital, inclusive um de seus defensores já foi Presidente da OAB-MT. Resta-nos uma dúvida, o por que os Assessores não basilaram a compra desse imóvel como fazem com outros. Um respeitado consultor imobiliário ouvido pela reportagem foi bem claro sobre a situação, “Ali a corda já foi com a caçamba, tanto a Prefeitura como o MP, não permitirão nada privado naquele local, o Junior perdeu dinheiro”.

4 comentários em “CORRE CORRE NA HABITACÃO, PEITOU E PERDEU SÓ 1,5 MILHÃO

  • 18 de março de 2018 em 14:06
    Permalink

    Só Kalil vazar em março da SMDU, que tudo vai se resolver pro lado do Mendonça. Duvidam ? Tem político que está precisando de financiamento de campanha…

    Resposta
  • 18 de março de 2018 em 19:04
    Permalink

    Se o Mendonça comprou foi com aval do senador. Senador tem negócios com o Mendonça.

    Resposta
  • 19 de março de 2018 em 22:39
    Permalink

    A intenção deles é comprar e posteriormente fazer um TAC , reformando alguma escola da periferia de valor irrisório. Abra o olho Dra.Maria Fernanda, essa turma não faria tal negócio atoa, foi premeditado , com aval do JC , sempre agem dessa forma. E mais ainda, os TAC’s estão sendo realizados pela Procuradoria do Município, só mala, a turma que nao faz nem 40 por cento da prova do concurso , a turma lambe, chupa, mama o saco do Jayme…

    Resposta
    • 20 de março de 2018 em 08:07
      Permalink

      TAC é pra comprar computador pros novos concursados ou um caminhão de aterro. Aí Pedra vai e fala que foi ele que resolveu.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *