Em enquete, torcedores do Atlético ‘escolhem lado’ em racha político no clube entre Alexandre Kalil e Sérgio Sette Câmara – Superesportes

(Foto: Edésio Ferreira e Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press)
Kalil e Sette Câmara trocaram farpas publicamente (Foto: Edésio Ferreira e Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press)


Nos últimos dias, o cenário político do Atlético mostrou-se bastante conturbado com as trocas de cutucadas entre Alexandre Kalil e Sérgio Sette Câmara. O Superesportes propôs, então, um enquete para saber qual lado da disputa a torcida alvinegra apoia.

Depois das trocas públicas de farpas entre o ex-dirigente e o atual presidente do Galo, torcedores atleticanos disseram estar do lado de Sérgio Sette Câmara, com 56% dos votos.

Atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil foi presidente do Atlético entre 2009 e 2014. Sette Câmara, por sua vez, comanda o clube alvinegro desde 2018 e busca a reeleição no final do ano.

Cenário Político

O racha político no Atlético foi exposto no fim do ano passado. Incomodado, Alexandre Kalil não compareceu à eleição para presidência do Conselho Deliberativo, que elegeu Castellar Guimarães, seu aliado, como presidente. 

Kalil deu a entender que não ficou satisfeito com a aproximação de Sérgio Sette Câmara com Ricardo Guimarães, seu grande desafeto político no clube. Além disso, o atual presidente começou a afastar da diretoria pessoas próximas a Kalil. Isso gerou incômodo nos bastidores.

A situação piorou neste ano. Guimarães pediu a Sérgio Sette Câmara a demissão do médico Felipe Kalil, filho de Alexandre. O atual presidente se mostrou contra, assim como Lásaro Cândido da Cunha, vice-presidente, e Castellar Guimarães.

Incomodado com a situação, Felipe Kalil oficializou o pedido de demissão junto à diretoria do clube. Sette Câmara tentou reverter a situação, mas o médico se mostrou irredutível.

O clima esquentou de vez entre Alexandre Kalil e Sette Câmara na última semana, após o pagamento da dívida pela contratação de Maicosuel, efetuada pelo ex-presidente, em 2014, e quitada na última segunda-feira por Sérgio, com ajuda de patrocinadores. O atual mandatário vem criticando constantemente os gastos e falta de responsabilidade do ex-aliado.

Em entrevista ao SportsCenter, da ESPN Brasil, Kalil respondeu a crítica de Sette Câmara e afirmou que, durante sua gestão no clube, quitou R$ 250 milhões em dívidas de gestões anteriores. Kalil também falou sobre o ‘racha’ com Sette Câmara. O ex-presidente disse que não tem que rivalizar com ninguém no clube e que é o atual mandatário que não o esquece.

Além disso, Alexandre Kalil revelou ter recebido uma visita do vice-presidente Lásaro Cândido da Cunha. De acordo com o prefeito de Belo Horizonte, Lásaro foi pedir para que ele entre na eleição do Atlético no final do ano. Kalil, no entanto, não quis participar do pleito.

Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *