Em respeito à Goo Hara, CL adia primeiro lançamento após sair da YG Entertainment

A solista Lee Chae-rin, mais conhecida por seu nome artístico CL, adiou seu primeiro lançamento musical após sair da YG Entertainment, em respeito a Goo Hara, que foi encontrada morta neste domingo dentro de casa, em Seul, com indícios de suicídio. De acordo com o portal sul-coreano “Spotv News”, o comeback de CL seria realizado nesta segunda-feira.

Chae-rin, de 28 anos, era líder do já extinto grupo de K-pop 2NE1, que contava com Park Bom, Minzy, e Sandara Park. Todas já deixaram a YG, empresa envolta em uma série de escândalos após o ex-CEO Yang Hyun Suk ter recebido diversas acusações de atividades ilegais. No entanto, a promotoria não encontrou provas das alegações do envolvimento dele num esquema de prostituição, conforme a agência de notícias “Yonhap” divulgou nesta segunda-feira.

O dia 25 de novembro representa um marco para o 2NE1, que se desfez nessa data em 2016, com cada artista seguindo seu próprio caminho. O grupo havia sido formado em 2009.

Após CL deixar a gravadora, oficialmente no dia 8 de novembro, o canal da cantora CL no YouTube foi deletado. No entanto, na semana passada, a artista voltou com um novo perfil na plataforma de vídeos, recebendo apoio de sua amiga Sandara Park na divulgação.

A agência de Goo Hara preparou um local especial para os fãs poderem se despedir dela, enquanto os amigos e parentes ficarão em um espaço separado. Fãs da cantora também deixam mensagens de carinho nas redes sociais, enquanto celebridades, incluindo Heo Yeong Ji, sua ex-colega do grupo Kara, cancelam seus compromissos devido ao trágico episódio.

Cantora de K-pop Goo Hara
Cantora de K-pop Goo Hara Foto: Reprodução/Instagram

Segundo a polícia sul-coreana, uma carta escrita à mão foi deixada por Goo Hara. No entanto, os agentes de segurança afirmaram que não divulgarão o conteúdo da mensagem.

Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *