Sorteado em VG foge da polícia, mãe é indicada de Vereador

 

Um grande escândalo com contornos de forte influência política poderão vir a tona nos próximos dias em Várzea Grande e o palco será a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Habitação), comandada por José Roberto Amaral. O denunciante cita ao site OEMPALLADOR que um inscrito no programa habitacional da cidade não possuía critérios e foi sorteado para o Residencial Colinas Douradas, no total foram escolhidas 112 pessoas, no entanto, e, segundo  o delator, o mesmo não possuía requisitos para ser agraciado, a não ser pelo fato de ser filho de uma servidora comissionada da Secretaria de Habitação de VG e a referida funcionária ser indicação política de um Vereador da cidade. Para complicar ainda mais a situação, o sorteado está envolvido num assalto realizado esta semana numa empresa da cidade e com a polícia em seu encalço. O crime envolve formação de quadrilha, pois a princípio são 05 os envolvidos. Veja os requisitos necessários para postular um imóvel no Grupo III onde o foragido se inscreveu : Ser baixa renda, Deficiência, ser mãe solteira, beneficiário de bolsa família,  Idoso e ou ser morador de área de risco. Com a palavra o Secretário, Zé Roberto e a Prefeita, Lucimar Campos.

 

2 comentários em “Sorteado em VG foge da polícia, mãe é indicada de Vereador

  • 11 de maio de 2019 em 06:42
    Permalink

    O Vereador mais trabalhador da cidade. O homem da ETA do Bom Sucesso.

    Resposta
  • 13 de maio de 2019 em 06:56
    Permalink

    Eu ja imaginava que essa vagabundagem tinha acontecido. Vi muita gente que não precisava ganhar a casa. Quero saber da prefeita Lucimar o que ela vai fazer com essa servidora e esse vereador? LUCIMAR deve estar envolvida tbm.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *