Jaru: PRF flagra homem com mais de 70 lacres desviados da Energisa e dezenas de medidores 

Apreensão de um acusado com lacres e medidores em seu veiculo durante blitz em Jaru, abre caminho para distribuidora rastrear e processar quadrilha e fraudadores.

Um homem ainda não identificado foi encaminhado para a polícia foi preso na noite desta quinta-feira (4) no posto da PRF em Jaru com 70 lacres desviados da Energisa e dezenas de medidores.

o veiculo do cassado uma caminhonete Chevrolet S10 foi parada em uma blitz no posto de fiscalização na BR 364, onde foi localizado dezenas de equipamentos de uso exclusivo da distribuidora Energisa, oque chamou atenção da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com o gerente de combate a perdas da Energisa, Alecio Almeida, pela numeração dos equipamentos e dos lacres é possível identificar onde estavam instalados os medidores e de onde foram extraviados os lacres. A empresa registrou Boletim de Ocorrência para reaver equipamentos.

“A apreensão permite rastrear toda a ação do possível fraudador que dificilmente agia sozinho. Será possível identificar vários elos de uma das quadrilhas que atua nesse mercado negro”, afirma.


Segundo ele, para cometer o crime, é preciso romper o lacre e depois instalar um novo. Com o lote encontrado no veículo, a empresa saberá de onde saíram os lacres usados e como foram desviados os novos.

A receptação dos equipamento e a fraude de medidores são crimes previstos no Código Penal.


“Combater o furto de energia é obrigação da distribuidora. Esse crime não gera prejuízos apenas para a empresa. Compromete a qualidade da energia de toda a população e desvia recursos dos cofres públicos, que deixam de arrecadar milhões de reais em impostos”, completa Almeida.

Leia Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *