Jornalista apela e manda recado à Bolsonaro, “Suspenda repasses para VG”

 

O Gestor cultural e Jornalista de VG, Pedro Luis gravou um vídeo polêmico hoje (05), defronte a Prefeitura de Várzea Grande-MT e pede encarecidamente para que o Presidente, Jair Messias Bolsonaro e seus auxiliares suspendam imediatamente os repasses financeiros ao município no valor de R$ 74 milhões,  e, em troca seja enviado, insumos, leitos, medicamentos e materiais para tratamento dos doentes com Coronavírus. O apelo do jornalista é porque a Prefeita, Lucimar Campos pretende destinar do recurso federal, apenas R$ 4 milhões para a saúde, por outro lado, investirá R$ 28 milhões com pavimentação asfáltica e outros R$ 4 milhões com obras na Orla da Alameda.”Nós não queremos que esse dinheiro vá para as empreiteiras em plena campanha eleitoral“, acentuou Pedro Luis. O vídeo já viralizou Brasil afora. (Veja vídeo abaixo).

𝗔𝗝𝗨𝗗𝗘𝗠 𝗘𝗦𝗦𝗘 𝗩𝗜́𝗗𝗘𝗢 𝗖𝗛𝗘𝗚𝗔𝗥 𝗡𝗢 𝗕𝗢𝗟𝗦𝗢𝗡𝗔𝗥𝗢! 🇧🇷

𝗦𝗔𝗟𝗩𝗘 𝗢 𝗣𝗢𝗩𝗢 𝗗𝗘 𝗩𝗔́𝗥𝗭𝗘𝗔 𝗚𝗥𝗔𝗡𝗗𝗘!🇭🇺🙌𝗖𝗛𝗘𝗚𝗔𝗠𝗢𝗦 𝗘𝗠 150 𝗠𝗢𝗥𝗧𝗘𝗦! 😷🇭🇺1500 𝗜𝗡𝗙𝗘𝗖𝗧𝗔𝗗𝗢𝗦! 𝗕𝗢𝗟𝗦𝗢𝗡𝗔𝗥𝗢 𝗡𝗔̃𝗢 𝗘𝗡𝗩𝗜𝗘 𝗗𝗜𝗡𝗛𝗘𝗜𝗥𝗢 𝗣𝗔𝗥𝗔 𝗖𝗔́! 𝗘𝗡𝗩𝗜𝗘 𝗠𝗘𝗗𝗜𝗖𝗔𝗠𝗘𝗡𝗧𝗢𝗦 𝗘 𝗘𝗦𝗧𝗥𝗨𝗧𝗨𝗥𝗔 𝗣𝗔𝗥𝗔 𝗢𝗦 𝗛𝗢𝗦𝗣𝗜𝗧𝗔𝗜𝗦, 𝗣𝗔𝗥𝗔 𝗔 𝗦𝗔𝗨́𝗗𝗘! 𝘾𝙊𝙈𝙋𝘼𝙍𝙏𝙄𝙇𝙃𝙀𝙈! #varzeagrandemt #COVID19 #coronavirus #pandemia #prefeitura #KitCompleto #cloroquina #HidroxicloroquinaPrecocemente #hidroxicloroquinajá #prefeitaLucimar #Bolsonaro #GeneralMourao #GeneralHeleno #generalpazuello #direitabrasil #DireitaUnida #DireitaComBolsonaro #direitamatogrosso #direitavarzeagrande #sikeirajunior #sikeirajr #oempallador #blogdopedroluis

Posted by Direita Várzea Grande – MT on Sunday, July 5, 2020

 

2 comentários em “Jornalista apela e manda recado à Bolsonaro, “Suspenda repasses para VG”

  • 5 de julho de 2020 em 17:29
    Permalink

    Parabéns ao nobre jornalista e ao site pela coragem de mostrar a podridão dos políticos varzeagrandenses.

    Resposta
    • 6 de julho de 2020 em 13:58
      Permalink

      Cadê o Ministério Público Federal e Estadual para barra isso. E os nobres vereadores não vão fazer nada?

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *