José Mourinho quer que o videoárbitro tenha outro nome

Treinador português do Tottenham crítico em relação ao VAR numa jornada inglesa marcada por muita polémica.

Depois de ter perdido frente ao Southampton e de ter visto um cartão amarelo, supostamente por ter espiado um papel com informações no banco da equipa adversária, José Mourinho volta a agitar o futebol inglês. Agora, para criticar o videoárbitro, cada vez mais polémico em Inglaterra como atestam as duas últimas jornadas do campeonato.

“Na minha opinião os árbitros não são árbitros. O VAR devia mudar de nome, devia ser VR [Vídeo Referee], porque são eles os árbitros”, explicou o treinador do Tottenham, completando logo de seguida: “Os árbitros em campo não são os árbitros, são os assistentes. Quem está no escritório é que toma as grandes decisões. O que sei é que o lance de Dele Alli era penálti e o árbitro não interveio. O VAR está a levar-nos numa direção errada, muito errada”.

Nos últimos dias, logo após a jornada do boxing day, várias figuras do futebol inglês também se insurgiram contra as decisões erradas do VAR. Nuno Espírito Santo, técnico do Wolves, criticou o videoárbitro depois de ver um golo da sua equipa anulado frente ao Liverpool.

Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *