Nem Vettel, nem Hamilton! Bottas reage com Mercedes e lidera segundo treino livre na China – globoesporte.com

Finlandês supera o tempo de alemão da Ferrari e anota a melhor marca do fim de semana; Vettel é segundo, com Verstappen em terceiro; Leclerc abandona treino cedo para checagem do carro

No segundo treino livre para o GP da China, na madrugada desta sexta-feira, nem Sebastian Vettel, nem Lewis Hamilton. O mais veloz foi Valtteri Bottas, que colocou a Mercedes no topo da tabela de tempos. Com 1m33s330, o finlandês fez a melhor marca do fim de semana até agora, desbancando o tempo anotado pelo alemão da Ferrari na primeira sessão.

Bottas foi seguido de pertinho por Sebastian, atrás por apenas 0s027. Max Verstappen foi o terceiro, com Hamilton em quarto. Se mais cedo foi Ricciardo quem colocou a Renault entre os grandes, agora foi a vez de Nico Hulkenberg brilhar com o carro amarelo. O alemão foi o quinto mais veloz.

Os pilotos retornam à pista do Circuito de Xangai às 00h deste sábado para o terceiro treino livre.

+ VEJA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO MUNDIAL DE FÓRMULA 1

Assim com o primeiro treino, a sessão seguinte transcorreu sem maiores incidentes. O pentacampeão Hamilton mostrou que também é mortal e rodou ao sair dos boxes com pneus frios. O piloto britânico conseguiu retornar à pista sem danos na Mercedes.

+ O guia da Fórmula 1 para 2019

+ As mudanças técnicas e esportivas+ Calendário da temporada+ Os novos carros+ O grid completo

Já Charles Leclerc precisou abandonar o treino mais cedo, com quase 30 minutos para o fim do treino. Segundo a Scuderia, o monegasco recolheu o carro para que o time italiano pudesse realizar checagens no sistema de resfriamento da sua Ferrari.

Daniil Kvyat foi mais um piloto a perder um precioso tempo de treino. Isso porque a STR precisou trocar o seu motor Honda – essa é a primeira troca de uma unidade japonesa na temporada. Segundo a fabricante, foi descoberta uma anomalia no motor do carro do russo e o time acabou decidindo pela troca.

O que eles estão fazendo?

Sebastian Vettel se surpreendeu com o desempenho dos carros da Racing Point nesta sexta-feira durante o tempo que andou atrás de Lance Stroll. O suficiente para dizer que eles são mais rápidos na sexta do que no domingo durante a corrida.

Haas vai ficando para trás

O time que começou a temporada de maneira forte, parece estar perdendo rendimento. No Barein, a performance já foi pior do que em Melbourne. Na China não tem sido tão diferente. Na última sessão, a dupla do time americano ficou com o 16º e 17º lugares. Romain Grosjean, ainda não se sabe como, conseguiu destruir a asa dianteira do carro, que ficou arrastando pelo asfalto chinês.

ARTE GP DA CHINA – VERSÃO 1 — Foto: Editoria de arte

Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *