Líder acusa Dakar de “inibir” secretário com requerimento após questão pessoal

Em VG fiscalizar é perigoso

O Líder da Prefeita, Lucimar Campos, Pedro Paulo – DEM, acusou seu colega de parlamento, Rogerinho Dakar (PV), de tentar inibir o Secretário de Serviços Públicos, Breno Gomes com aprovação de um requerimento onde requer um raio-x das obras de sinalizações viárias realizadas no município, como, datas, valores, materiais usados e demais informações.

A acusação ocorreu na semana passada durante sessão ordinária da Câmara Municipal de Várzea Grande, quando Pedrinho foi defender que os Vereadores não aprovassem o requerimento, pois segundo Tolares, Dakar por mágoa de não ter sido atendido em uma questão pessoal “criou” a solicitação, entretanto, Pedrinho não disse qual seria o tal pedido. “Vossa excelência já está sendo muito contemplado pela Secretaria e quer inibir o Secretário”, afirmou o líder e defensor de Lucimar.

Segundo Dakar, as faixas que são pintadas na cidade, somem após uma semana de realização dos serviços. O Vereador, Carlos Garcia de Almeida (PSB), fez coro com Rogerinho e disse que os materiais utilizados são de péssima qualidade e duram no máximo de 60 a 90 dias.

O Líder mais uma vez foi vencedor, mesmo com 9 (nove) votos favoráveis pelo requerimento e 08 (oito) contrários, os parlamentares que queriam transparência foram derrotados, visto que necessitavam de 11 (onze) votos, votaram à favor da população  : Ivan dos Santos, Miguel Baracat, Carlos Garcia, Gisa Barros, Rogerinho Dakar, Icaro Reveles, Dr. Miguel, Sardinha e Neni Chimarrão. O Vereador, Ivan dos Santos já pontuou dias atrás que em VG a atribuição de fiscalização é muito perigosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *