Prefeita/VG pede permissão para “enfiar” dinheiro do COVID com “Orla e Asfalto”

 

A Prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM), mesmo comandando a cidade com maior índice de mortes no Estado de Mato Grosso e que alcança 10% dos infectados, não comunga com a mesma opinião da população, que neste momento é de salvar vidas na pandemia. Estranhamente, a gestora pediu autorização da Câmara Municipal para gastar o dinheiro que o governo do Presidente  Jair Bolsonaro enviará no valor de R$ 74 milhões em projetos sem relevância para a saúde pública. O absurdo começa quando a gestora municipal pretende investir R$ 4 milhões na Orla da Alameda e mais R$ 28 milhões com pavimentação asfáltica, mas o susto maior é quanto ela reservará para a saúde, apenas R$ 4 milhões de reais. Parece surreal, como num conto de fadas, onde tudo que está acontecendo não existe realmente. Vamos aguardar o posicionamento dos nobres Vereadores que foram chamados de “irresponsáveis” pelo executivo municipal. A tentativa de Lucimar será analisado já na próxima terça-feira (07). (Veja abaixo trecho do Projeto).

7 comentários em “Prefeita/VG pede permissão para “enfiar” dinheiro do COVID com “Orla e Asfalto”

  • 3 de julho de 2020 em 22:29
    Permalink

    Tem ministro esperando a gordurinha.

    Resposta
  • 4 de julho de 2020 em 12:30
    Permalink

    Essa perfeita tá certíssima ,oos governadores, devia ter proibido o Carnaval em todo paiz.porque essa covid19:mata no Brasil desde 2008.

    Resposta
  • 4 de julho de 2020 em 13:31
    Permalink

    Esses Campos são mesmo caras de paus !! Gente onde está a vergonha desta prefeita ???
    O marido Senador nada, VERGONHA NACIONAL vota a favor da PL !!! ninguém vê esse em algum projeto que beneficia MT….

    Resposta
    • 24 de julho de 2020 em 06:41
      Permalink

      Maldita gestão.
      Em vez de preocupar em melhorar o atendimento na saúde do município que é péssimo.
      Essa descarada que nunca fez nada, para conter o avanço da doença.
      Porque enquanto o prefeito de Cuiaba decretou quarentena lá no início.
      Ela deixou VG livre a economia do município bombou.
      Os inconsequentes de Cuiabá atravessavam a ponte. Iam às compras, barzinho peixarias tudo livre. Hoje as duas cidades amargam esse trágico resultado. Fruto de um desmanzelo total pela vida humana.

      Acredito que o Juiz Lindote deveria entrar em ação. Contra essa atitude da Gestora de Várzea Grande.

      Povo de VG deveriam escolher melhor o gestor não cansaram da incompetência dessa família, para administrar VG!

      Resposta
  • 4 de julho de 2020 em 18:11
    Permalink

    Pede permissão?! uai não sabia que planta falava!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *