Propina no DAE/VG chega até R$ 700 reais; servidor “livra” Presidente de delação

 

Conforme o Agente de Saneamento, Edvaldo de Almeida Souza, preso semana passada por vender criminosamente produtos do Departamento, afiançou que as propinas na Autarquia variavam entre R$ 50 a 700 reais e seriam pago aos servidores públicos. Para Edvaldo, o Diretor de Produção, Eder Gomes não é um funcionário honesto, pois segundo ele, também age com esquemas nos descartes de caminhões limpa fossa e supostamente cobraria em torno de R$ 50 a 100 reais. O servidor preso disse que apenas o Presidente e o Vice-presidente, não participaria dos rolos dentro da repartição pública, fora isto, todos possuem rabos presos, ou seja, poucos escaparam da delação monstruosa. Vamos aguardar o posicionamento da Diretoria.

 

Um comentário em “Propina no DAE/VG chega até R$ 700 reais; servidor “livra” Presidente de delação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *