Sem Caio Henrique, Grêmio economiza R$ 4,5 milhões e não deve contratar substituto – globoesporte.com

Lateral-esquerdo volta ao Atlético de Madrid e reabre espaço para Bruno Cortez. Tricolor fará análise do elenco para definir necessidade de reforçar posição

O namoro entre Grêmio e Caio Henrique durou mais do que o casamento entre os dois. O lateral-esquerdo chegou ao Tricolor após uma longa negociação, mas deixa o clube depois de disputar apenas cinco jogos por um pedido antecipado do Atlético de Madrid. Se de um lado perde a qualidade no elenco, do outro deixará de pagar cerca de R$ 4,5 milhões até o final do ano.

Em meio à pandemia, o Grêmio fará uma análise com a comissão técnica sobre a necessidade de contratar um novo jogador para a função. Este cenário é improvável, porque o clube estende o plano de contingência por conta da crise e tenta ao máximo evitar novos custos. Mas não é descartado.

— O momento é de muita responsabilidade, estamos envolvidos no plano de contingência da diretoria. Vamos analisar com a comissão técnica, não há definição — destaca o vice de futebol Paulo Luz em contato com o GloboEsporte.com.

Caio Henrique volta para o Atlético de Madrid e dá espaço para Bruno Cortez — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Bruno Cortez retoma naturalmente a titularidade, e o jovem Guilherme Guedes, oriundo da base, se consolida no grupo como reserva imediato. Recuperado, Marcelo Oliveira também pode fazer a função, apesar de ter se firmado como zagueiro.

O Grêmio deixará de pagar 300 mil euros pelo empréstimo do lateral no segundo semestre, algo próximo dos R$ 2 milhões na cotação atual, e também terá economia semelhante em salários do jogador e comissões, totalizando algo próximo dos R$ 4,5 milhões.

“Em especial, agradecer à torcida do Grêmio que me marcou muito, especialmente na minha estreia, quando vencemos o Gre-Nal. Espero um dia poder retornar ao Grêmio que seguirá, para sempre, no meu coração” (Caio Henrique)

Uma longa negociação

As primeiras informações da negociação gremista com o Atlético de Madrid vazaram em dezembro, depois do final do Brasileirão, no qual Caio Henrique se destacou pelo Fluminense. Demorou mais um mês e meio até os gaúchos anunciarem o lateral como novo reforço, no dia 21 de janeiro.

Caio Henrique em ação no Gre-Nal da Libertadores, no qual foi expulso — Foto: Eduardo Moura

O jogador só chegaria ao Grêmio, no entanto, dia 12 de fevereiro, já que disputava o Pré-Olímpico na Colômbia com a seleção sub-23. Foram 33 dias entre sua apresentação e a paralisação do Gauchão, em 16 de março. Desde então, o lateral teve férias e depois voltou a treinar com seus companheiros no CT Luiz Carvalho.

Agora, se apresentará no Atlético de Madrid, com data ainda por definir. A Liga espanhola será retomada no dia 11 de junho, e o clube irá tentar a inscrição do lateral para a competição e também para a Champions League, quando esta for reiniciada. O jogador tem encaminhada a documentação para tirar passaporte europeu.

Caio tem 22 anos e disputou apenas cinco jogos pelo Grêmio na temporada. Dois como reserva e três como titular. A última partida foi no Gre-Nal da Libertadores, no qual foi expulso na confusão generalizada, no dia 12 de março.

Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *