Startups são destaque na Agrishow 2019

Acontece esta semana a edição 2019 da Agrishow, a maior feira agrícola do Brasil e uma das maiores do mundo. Até agora, já são quase 160 mil participantes de mais de 80 países, em uma área de 520 mil metros quadrados, que abriga cerca de 800 expositores.

O grande destaque desta edição do evento foi a tecnologia. Além de inovações em maquinários agrícolas e aviação civil, a presença de companhias que investem em conceitos como Big Data, Machine Learning, Inteligência Artificial, Internet das Coisas e Realidade Virtual atraiu milhares de visitantes aos estandes, tanto de grandes corporações como de startups.

Fomento

O Sebrae-SP também marca presença no evento, em um estande que, durante toda a semana, recebe 15 agtechs para apresentarem suas soluções para os participantes. O espaço também conta com a demonstração de uma fazenda inteligente, com soluções das próprias startups, para mostrar como o produtor pode aplicar novas tecnologias para melhorar a tomada de decisões e produtividade no campo.

Tirso Meirelles, presidente do Sebrae-SP , falou sobre a importância das startups no mercado agrícola: “Vamos mostrar aos produtores e empreendedores rurais tecnologias acessíveis para obter rentabilidade, fortalecer a gestão e ampliar mercados. Tudo feito por startups apoiadas pelo Sebrae, que oferecem produtos e serviços com alta tecnologia embarcada. Estamos integrando os processos de produção e prestação de serviços para alavancar o potencial de inovação do agronegócio”, afirma.

André Silva, consultor do Sebrae, fala sobre a participação na feira:

As startups participantes do estande hoje são Tau Flow (solução de gestão e monitoramento do comportamento de ar e gases em ambientes de criação de animais), Geplant (gestão da produtividade) e YoungTech (solução para monitorar e controlar o ambiente de uma estufa agrícola com um sistema com inteligência artificial e com armazenamento de todos os dados em nuvem).

Amanhã, último dia do evento, estarão presentes a Agrimart (conecta de forma simples, rápida e barata o agricultor familiar e o pequeno agricultor a pequenos negócios, melhorando reduzindo os atravessadores da cadeia de comercialização de FLVs), YouAgro (rede social do agronegócio. A comunidade para melhorar a vida do produtor rural).

Ontem, uma das participantes foi a Olho do Dono, startup capixaba que capta imagens 3D do rebanho para oferecer ao criador monitoramento do peso do gado. Confira:

Conectividade

A Oi, uma das maiores companhias de telecomunicações do Brasil, está no Agrishow para apresentar seus projetos de expansão estratégica no agronegócio. A companhia passa agora a oferecer soluções digitais para conectividade e IoT para o campo.

A solução da companhia permite que informações do campo sejam enviadas para a sede da fazenda em tempo real, através da emissão de sinal via antena ou satélite, de equipamentos agrícolas equipados, para que os gestores possam acompanhar de forma detalhada os processos de plantação e colheita no campo.

Desde fevereiro, a Oi testa suas novas soluções em parceria com a Amaggi, uma das maiores companhias do agronegócio da América Latina. Com o acordo, a Oi passou a fornecer e gerenciar conectividade para as fazendas da empresa, além dos dispositivos encarregados de transmitir os dados do campo até a sede em Cuiabá.

A propriedade da Amaggi possui mais de 87 mil hectares. Com uma única antena, a tecnologia Oi cobre 100% da área da fazenda, em um raio de 35 quilômetros. A frequência utilizada neste caso é de 450 MHz, a qual a Oi possui direito exclusivo de uso no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal e Rio Grande do Sul.

Parceria

O Sicredi – instituição financeira cooperativa -, formalizou durante a feira uma parceria com a AgTech Garage, hub de inovação que promove conexão entre produtores rurais, startups e instituições de ensino. A partir de agora, o Sicredi se torna um dos grandes parceiros de inovação do AgTech Valley, ecossistema de inovação de Piracicaba, conhecido por muitos como o Vale do Silício Brasileiro.

Plataforma

A Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária -, lançou a plataforma AgroAPI Embrapa. A ferramenta visa atender à demanda do mercado de tecnologia, que poderá utilizar o serviço para coletar informações e criar softwares, sistemas web, aplicativos e outras soluções para o agronegócio.

A plataforma possui desde dados climáticos e resultados de zoneamentos agrícolas até informações sobre cultivares, para monitoramento e planejamento de produções, por exemplo. Estas informações estão disponíveis por meio de APIs dentro da plataforma.

A GIRA (Gestão Integrada de Recebíveis do Agronegócio) assinou um contrato de cooperação técnica com a Embrapa para a utilização da nova plataforma, passando a ser a primeira do país a ter acesso ao banco de dados da Embrapa. Por meio da ferramenta, a GIRA terá acesso a modelos de produtividade para as culturas da soja, milho, arroz, feijão e trigo, além de uma série temporal de dados orbitais para monitoramento da vegetação.

Assinatura do acordo de cooperação técnica entre Embrapa e GIRA

A plataforma também vai ajuda-los a aprimorar um aplicativo de celular para operações do mercado de crédito agrícola. As informações do AgroAPI irão contribuir para aperfeiçoar as análises de produtividade das lavouras financiadas e previsões de safra, bem como auxiliar no processo de tomada de decisão na concessão e acompanhamento do crédito rural. O trabalho conjunto envolve o uso de inteligência artificial e o desenvolvimento de algoritmos de processamento de imagem.

Transformação Digital

A Logicalis está participando pelo terceiro ano consecutivo da Agrishow, e nesta edição a companhia apresenta soluções desenvolvidas sob medidas para diversos desafios no campo, em parceria com startups.

Um dos destaques da empresa é o Centro de Operações Agrícolas, solução que contribui para a eficiência e desempenho das atividades no campo. A plataforma reúne informações coletadas por meio de tecnologias de sensoriamento, como telemetria de maquinário e informações sobre irrigação, por exemplo.

Também é possível conhecer no estande da empresa o Diagnóstico da Lavoura, solução que combina monitoramento agrícola com imagens de satélite, criação e operação de planos de voos de drones, detecção de pragas por análise de imagens e geração de ortomosaicos em uma única plataforma.

Todas as soluções apresentadas são desenvolvidas sobre o AgroTools Hub powered by Eugenio, plataforma criada a partir da parceria entre a Logicalis e a startup.

Crédito

Durante a abertura do evento, na última segunda-feira, o BNDES anunciou a liberação de R$536 milhões em crédito Moderfrota, um financiamento destinado para os produtores adquirirem maquinários como colheitadeiras, tratores e equipamentos para o beneficiamento do café. O valor começa a ser liberado a partir desta semana.

O evento acontece até amanhã em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Para ingressos e mais informações, acesse aqui.

Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *