Teve que morrer um GM em VG pra Prefeita acordar

 

Não bastasse os inúmeros apelos dos moradores de Várzea Grande, da Câmara Municipal, por parte dos seus representantes (leia-se Vereadores), mesmo assim a Prefeita Municipal, representada por Lucimar Campos, não visualizou que o caça-niqueis que foi implantado em VG não daria certo.

Como forma de recompensa, o Caça-niqueis da Prefeitura de VG teve que buscar uma vítima, e como ópera  do destino, infelizmente foi encontrado um dos membros da corporação que morreu em plena juventude e na Avenida midiática da Prefeitura (Av. da FEB). 

A intransigência é tanta por parte do executivo, que o tal líder da Prefeita (Vereador Pedrinho) não consegue agendar uma reunião sequer com a gestora sem a presença do Senador, Jayme Campos que precisa vir de Brasília.

Acreditamos que o causador da morte do jovem GM se soubesse que a Avenida fosse operado por radares fixos não causaria o trágico acidente, pelo contrário, sabia que a Avenida não dispunha de nenhum radar móvel em plena tarde de segunda-feira. 

Agora o que resta é chorar pelo passamento do jovem GM (34 anos), com a presença da ilustre prefeita no velório e do intransigente Secretário responsável pela  Guarda Municipal, Homero Dias confortando a família enlutada.

Um comentário em “Teve que morrer um GM em VG pra Prefeita acordar

  • 13 de maio de 2019 em 20:40
    Permalink

    Politicagem nojenta usando morte de servidor pra atacar o Senador e a Guarda. Desceu o nível.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *