TJ determina retorno de grávida rebaixada de cargo na Prefeitura de VG

Terra sem fim, terra perdida, terra sem Lei

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso determinou que  Prefeitura Municipal de Várzea Grande retorne imediatamente ao cargo a servidora da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Elaine Botelho Guimarães.

Segundo fonte do Site, a funcionária comissionada foi rebaixada de cargo por intrigas com a Secretária da pasta, Helen Farias Ferreira.

Botelho Guimarães, atuava até então no cargo de Coordenadora Ambiental, e, em plena gravidez perdeu a função não sendo garantida a estabilidade gestacional conforme determina a Constituição Federal.

A Prefeita, Lucimar Campos, à exonerou da Coordenação da Secretaria do Meio Ambiente e posteriormente designou-a para o cargo de Assistente Técnico  com salário bem menor.

Logo após a dispensa, Elaine, impetrou com mandado de segurança, o qual foi negado o retorno pelo Juiz, José Luis Leite Lindote. Irresignada, a servidora recorreu ao TJ que determinou seu regresso a função de Coordenadora, bem como mantê-la no cargo até o 5o. mês após o parto.

Elaine Guimarães, é parente do Presidente da AL/MT, José Eduardo Botelho, e quem patrocinou a defesa da Coordenadora, é o Advogado, Bibiano Pereira Leite Neto, Assessor Jurídico da Assembléia e lotado no Gabinete de Botelho.

3 comentários em “TJ determina retorno de grávida rebaixada de cargo na Prefeitura de VG

  • 25 de junho de 2019 em 20:31
    Permalink

    Mais uma no lombo da Barbie.
    Não tem jeito.
    Não aprende.
    Marionete do senador.

    Resposta
  • 25 de junho de 2019 em 20:33
    Permalink

    Essa é a demonstração clara do tratamento dispensado as mulheres.

    Resposta
  • 26 de junho de 2019 em 10:40
    Permalink

    Ela não é parente do deputado….

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *