Trans finalmente perde na natação feminina, mas para outro trans

O nadador transgênero biologicamente homem, Lia Thomas, da Universidade da Pensilvânia, foi finalmente derrotado por um competidor da Universidade Yale, que também é transgênero.

Thomas, que se identifica como mulher, vem quebrando diversos recordes anteriormente pertencentes a atletas femininas. Ele vem recebendo também desprezo de colegas nadadores da UPenn que se incomodam com a presença de Thomas na equipe feminina.

No entanto, durante as competições do final de semana, o nível de habilidades do atleta foi alcançado. Thomas perdeu a competição dos 1srcsrc metros livres para a nadadora Iszac Hening, uma mulher biológica que está em transição para se tornar um homem.

“Eu não estava preparado para isso. Está tudo confuso. Não consigo entender isso. A NCAA precisa fazer algo sobre isso. Eles precisam colocar a ciência na decisão e discussão”, disse um dos pais de alunos da UPenn.

De acordo com a CBN News, Heing começou sua transição socialmente, porém, segundo ela, apesar de ter removido seus seios, não começou nenhum tratamento com hormônios, e ela também alega ainda não estar tomando injeções de testosterona.

Segundo Heing, ela poderia começar hormônios para se alinhar mais consigo mesma, ou esperar, fazer a transição social e continuar competindo em uma equipe feminina de natação, e ela decidiu pelo último.

“Valorizo minhas contribuições para a equipe e reconheço que minha masculinidade não depende se há mais ou menos testosterona correndo em minhas veias”, disse Heing.

Leia Mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *