Vereadores aprovam auxílio de R$ 500 aos trabalhadores informais

Atualizada às 21h35 – Os vereadores de Cuiabá aprovaram o programa Renda Solidária Cuiabá, auxílio emergencial criado pela prefeitura para pagar R$ 500 aos trabalhadores informais da Capital. O auxílio emergencial será pago aos feirantes, vendedores ambulantes, carroceiro, catadores de recicláveis e motoristas do transporte escolar. O pagamento é semelhante ao auxílio emergencial do governo federal, terá duração de 3 meses. Foram 21 votos ‘sim’ pelo projeto e 3 ausências, os participantes votaram por acolhimento da matéria. 

A matéria foi encaminhada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), nesta sexta-feira (15) e já foi aprovado neste sábado pelos vereadores. A urgência do projeto foi aprovado na sessão deste sábado e ele passou por análise também da comissão de Constituição e Justiça da Casa. 

A prefeitura pretende gastar R$ 2,530 milhões com o pagamento do Renda Solidária Cuiabá, o benefício vai atender mais de 1.687 mil pessoas. Segundo a prefeitura, essas pessoas já estão cadastradas pelo município e os beneficiados precisam morar há 3 anos em Cuiabá.

Leia também – Cuiabá é a capital com menos mortes por covid-19

Os vereadores elogiaram a iniciativa do prefeito, mas reclamaram do projeto de deixado de fora os artesãos, músicos, garçons, profissionais de educação física (as academias estão fechadas em Cuiabá), locutores de futebol amador, os árbitros de futebol, locutores, guias turísticos e mototaxistas. 

O presidente da Câmara, vereador Misael Galvão (PTB), pediu ao líder do governo na Casa, vereador Luís Claudio (Progressistas), que abra o diálogo com o prefeito Emanuel Pinheiro para que seja apresentado um novo projeto aprovando as categorias. 

Os veradores também aprovaram uma emenda para que os membros do Legislativo possam ter um assento no comitê gestor que fiscalizará os recursos que serão gastos no pagamento do auxílio emergencial.

Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *