Publicidade

Os Vereadores Jero Neto (MDB), Ivan dos Santos Oliveira (Solidariedade) e Rosy Prado (UB), deram um “time” quanto a um requerimento no legislativo municipal junto a Prefeitura/VG, solicitando informações da empresa, Eletroconstro Eletrificação. Segundo Rosy, eles irão aguardar manifestação do executivo, caso não haja resposta, voltarão com nova propositura. O “pente-fino” abrange principalmente dados dos funcionários contratados pela empreiteira, como quantidade, nomes, local de trabalho, RAIS, entre outros. Na última terça-feira (12), o líder do Prefeito Kalil Baracat, Cleyton Nassarden, adiantou que seriam 92 (noventa e dois) Garis a disposição da municipalidade, entretanto, preferiu não publicitar quem seriam esses trabalhadores. Questionado pelo jornalista Pedro Luis, quanto ao acesso à eles, Nassarden garantiu que iria enviar no e-mail do Jornalista, mas recuou, não cumprindo o combinado, sendo reiterado novamente, disse para procurar a Secretaria de Serviços Públicos. A empresa foi glossado em R$ 100 mil reais, justamente pela ausência desses trabalhadores nas ruas. Conforme o Diretor Comercial, Neymar Toledo, essa deficiência seria em função de afastamentos por doenças. No seu primeiro mandato, Rosy desperta inquietação nos colegas na casa, dado postura adotada como, independente e firme.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.