Publicidade

No que depender do Vereador Socialista, Bruno Lins Rios, a gestão Kalil Baracat (MDB), em Várzea Grande, corre sério risco de enfrentar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar supostos desvios de medicamentos em uma unidade de saúde do município. Reunidos hoje (18), na sala do Vereador Joaquim Antunes, Rios começou coletar assinaturas para abrir o processo investigativo, pelos cálculos, 05 (cinco) já hipotecaram a idéia. Segundo o Parlamentar, o Secretário de Saúde, Gonçalo Barros teria influenciado a abertura, pois nada teme, além de demonstrar tranquilidade com os burburinhos. Para fechar o número mágico de 07 (sete) apoiadores, o Vereador promete convencer mais dois pares na sessão de amanhã (19). A denúncia recai sobre a UPA/Ipase, inclusive na última quinta-feira (14), a polícia teria detido um motorista de um hospital particular que saiu da unidade com medicamentos no interior de um veículo. O jornalista Pedro Luis tentou buscar detalhes junto aos órgãos policiais, mas até o momento o mistério cresce ainda mais.

4 COMENTÁRIOS

  1. Mas os medicamentos que os baba ovo de vereador desvia nenhum tem coragem de investigar né. Dizem que tem vereador que vende cirurgia isso não investigam né! Tão com tempo né!

  2. Tudo politicagem querendo se aparecer agora véspera de eleições antes estavam tudo igual tatu escondido com os rabinhos entre as pernas e agora véspera de eleições fazendo de tudo para aparecerem e dizer que estão fazendo algo hipocrisia de merda esses vereadores você irá ter a resposta nas urnas aguardem

  3. Acho que teria que começar pela M.G. , vive mandando a… no cadim pegar remédio , isso e grave mas ninguém fala. O empallador devia apurar isso .
    Só perguntar para os funcionários do CAdim q eles contam tudo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.