Publicidade

A Justiça eleitoral julgou improcedente uma ação de investigação eleitoral desfavorável a Vereadora por Várzea Grande, Rosy Prado (UB), em que era acusada de entregar 05 (cinco) cestas básicas em endereços diferentes e que supostamente utilizou-se de servidores públicos municipais durante a campanha eleitoral de 2020. Consta nos autos que a referidas entregas ocorreu numa sexta-feira (06/11/2020), em residências que continham placas da então pré-candidata e Kalil Baracat (MDB). Duas testemunhas foram arroladas pelo MP : Valdete Flores e Vanessa Crstiane Caceres Navarro, ambas foram categóricas em afirmar que as distribuições foram com referência ao Projeto “Pão e Leite” que já existia desde 2017 e que não houve interferência de Rosy.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.