Publicidade

Os ex-conselheiros de Saúde de Várzea Grande, Edesio Francisco de Paula, conhecido como “Flexa”, e Guilherme da Silva Queiroz prevêem que suas denúncias junto ao Ministério Público de Mato Grosso acabe em prisões para os envolvidos, principalmente aos seus ex-colegas que estariam envolvidos com atos de corrupção na gestão municipal. Conforme Flexa, a bomba tem data para “estourar” na Secretaria de Saúde.  “Já comunicamos também a ouvidoria do estado. Não ficamos parados enquanto alguns batiam palmas com nossa saída (Leia-se Flexa e Guilherme)”, ameaçou um dos denunciantes. Conforme divulgado pelo site OEMPALLADOR, os ex-conselheiros municiaram os “capas-preta” do MP com calhamaço de documentos e um “pen-drive” com informações bombásticas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.