Publicidade

O Senador Jayme Campos (UB), se vê incomodado com os “cachaceiros” de Várzea Grande, dado que após uns goles de pinga se incorporam como cientistas políticos e iniciam comentar sobre os políticos que há anos administram a cidade, a exemplo da sua família no comando do município por 50 anos. Campos entende que os “pés-fofos”, ficam de conversinha paralela, o que ele chamou de “abobrinhas”. A fala do “Pedra” atinge indiretamente também parte dos membros do legislativo Varzeagrandense, já que muitos deles preferem “bebemorarem” umas bem gelada nos botecos da cidade. Diferentemente da vida capenga que maioria dos Varzeagrandenses lida, o Senador prefere usar seu dote de churrasqueiro num sultuoso duplex de um prédio luxuoso da capital, lá ele (Jayme) prepara uma deliciosa picanha maturada, é claro, acompanhado de uma cerveja estupidamente gelada, tudo conforme o “rei do gado” Matogrossense merece. Senão vejamos, a única diferença entre “pinguços”, é que uns sobrevivem na periferia e outros no castelos platinado, mas no final todos se misturam com a “marvada”. (Veja vídeos).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.