Publicidade

Na última quinta-feira (28) caiu como uma bomba no meio político a decisão do Vereador Hilton Gusmão (PV) em afastar do Deputado Eduardo Botelho e hipotecar apoio ao seu colega de parlamento Fábio Tardin (PSB). Conforme Gusmão, sua deliberação foi fruto de algumas barreiras encontrada no grupo do Presidente da AL/MT. O Vereador ainda reclamou que não foi valorizado e que lá (grupo de Botelho) já estaria formado. “Só escolhi o meu caminho, não me deram valor no grupo, muito difícil participar de um grupo que já está formado”, sentenciou o parlamentar. A notícia mexeu fortemente com apoiadores de Botelho, pois entenderam o fato como traição.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.