Publicidade

O Procurador Geral da Prefeitura de Várzea Grande, Jomas Fulgêncio de Lima Junior autorizou de forma excepcional através de uma Portaria que um funcionário pertencente aos quadro de Procurador do município exerça sua função em regime de teletrabalho, ou seja, na sua residência. Para fundamentar sua decisão, Fulgêncio citou experiências bem-sucedido nos poderes constituídos como: STF, TJs, TSE, Ministério Público e nas esferas do Poder executivo. A liberação pelo período de 03 (três) meses aconteceu após o funcionário ter sido diagnosticado com cardiopatia grave (comorbidade permanente e de prevenção contínua) desde 24/04/2007 e “neoplasia” maligna diagnosticado desde 2019, além de prestar assistência ao seu genitor com 92 anos, também portador de anomalias graves.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.