Publicidade

Fonte do site OEMPALLADOR bastante próxima ao novo Presidente eleito da Câmara de Várzea Grande, Pedro Paulo Tolares, “Pedrinho” (UB), garantiu que as exonerações em massa de assessores do Vereador, Ícaro Reveles promovida pela atual mesa diretora não será revertida para o biênio (2023/2024). Pré-candidato à Deputado Estadual pelo PDT, Reveles, foi sacudido com a dispensa de 03 (três) dos principais auxiliares e caso não seja eleito em outubro, terá que se contentar exclusivamente com servidores ligados diretamente ao gabinete, no total de meia dúzia. Cada um dos dispensados recebia R$ 5 mil reais, além de verba indenizatória, no final os vencimentos poderia chegar a R$ 7,5 mil. Mesmo que as partes neguem, é clarividente que as demissões possui ligação com o pleito eleitoral. Lei do Talião : “olho por olho, dente por dente”.

2 COMENTÁRIOS

  1. Esse tipo de política sorrateira tende a acabar…
    Não existe acordo de cavalheiros onde ouve ilicitude… isso aí só causa mais revolta, o que gera perder voto!
    O povo revolta

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.