Publicidade

A sessão legislativa na manhã desta terça-feira (31), da Câmara de Várzea Grande ocorre com fortes acusações sobre assédio moral no âmbito do executivo municipal. Os maiores alvos são a Secretaria de Saúde e de Assistência Social, inclusive o Presidente da Câmara/VG, Fábio Tardin (UB), acusou nominalmente que a Assistência Social, comandada por Ana Cristina Vieira, seria uma espécie de “covil” desses malfeitores. Fabinho revelou que os maus-tratos ocorrem diuturnamente, disse ainda que “sonhava” que esses tempos sombrios seria coisa do passado. Recentemente, um membro do primeiro escalão do Prefeito Kalil Baracat (MDB), revelou ao site OEMPALLADOR que uma pessoa próxima do seu círculo de amizades também teria sido vítima de ofensas morais na pasta. A situação chegou ao “clímax”, ao ponto de pensar em desligar-se do STAFF. Abre o olho Kalil, o ex-prefeito Murilo Domingos agia da mesma forma, fazia de conta que nada acontecia, o resultado todos sabem.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.