Publicidade

O primeiro levantamento aponta que as Eleições Gerais de 2022 devem contar com a participação de 2.389.362 eleitores em Mato Grosso. Esta é a quantidade atual de eleitores aptos ao voto no estado. Já o número de títulos cancelados é de 263.225, pelos motivos de não comparecimento a três pleitos seguidos e ausência à revisão biométrica.

 

Os dados compreendem o balanço referente ao processamento dos requerimentos de atendimento eleitoral. O atual quantitativo de títulos cancelados sofrerá modificação em breve, visto que, segundo decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), eleitores de 53 munícipios mato-grossenses que tiveram o título cancelado por ausência a revisão com coleta de dados biométricos terão a inscrição regularizada temporariamente e poderão votar no pleito deste ano. Após a eleição, esses títulos voltarão a constar como cancelados. O TRE-MT aguarda a conclusão da operação de reversão temporária pelo TSE para contabilizar concretamente quantos eleitores serão contemplados.

 

O número de títulos cancelados reduziu consideravelmente com a realização da campanha de fechamento de cadastro feita pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). Somente no dia em que o cadastro foi fechado, 04 de maio, foram realizados mais de 42 mil atendimentos. Em março deste ano, por exemplo, 367.066 pessoas estavam com a situação irregular perante a Justiça Eleitoral. Em comparação com o número atual de títulos cancelados, a redução foi de 28%.

 

A evolução do eleitorado apto ao voto também foi significativa. Em janeiro de 2022, o número de eleitores nesta condição somava 2.248.137. Considerando o montante atual, o aumento é de 6%.

 

Segundo o presidente do TRE-MT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha, foram abertas diversas frentes de atendimento ao eleitor, por meio de mutirões e postos de atendimento em parceria com instituições, a fim de assegurar o direito ao voto toda a população. Como parceiros, ele destacou os Poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, operadora de telefonia, Câmaras Municipais, veículos de comunicação e empresa de saneamento.

 

“A Justiça Eleitoral realizou um trabalho eficaz, por meio de seus magistrados, servidores, colaboradores e parceiros, aos quais registro meu agradecimento. Levamos o atendimento até comunidades mais afastadas da Baixada Cuiabana com a Justiça Eleitoral Móvel e intensificamos os atendimentos realizados nos postos fixos. Contamos, acima de tudo, com a participação dos cidadãos, infelizmente não foram todos a despertarem essa consciência, mas tivemos um bom resultado”.

 

Jornalista: Nara Assis

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.