Publicidade

No Brasil colonial universidade remetia a pensamento crítico e liberdade, pilares para a autonomia de um povo. Em 1808, foram criados cursos e academias financiadas pelo Estado brasileiro, como as faculdades de medicina que originaram a UFBA (Universidade Federal da Bahia) e UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), em seguida os cursos jurídicos no Convento de São Francisco, em São Paulo, e engenharia na UFRJ. A universidade brasileira, vale lembrar, só conquistará a autonomia plena a partir da Constituição de 1988.
Leia mais (07/21/2022 – 17h11)
source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.