Publicidade

Brasil vence Argentina por 2 a 1, com gols de Endrick e Luis Guilherme

A seleção brasileira masculina de futebol Sub-17 quebrou um jejum de 38 anos ao conquistar o bicampeonato no Torneio de Montaigu (França), de forma invicta, depois de desbancar a Argentina na final, com vitória por 2 a 0.  A dupla palmeirense Endrick (atacante) e Luís Guilherme (meia) decidiram para os brasileiros, e Augustín Ruberto descontou para os hermanos na disputa do título, na tarde desta segunda-feira (18).  Em 2018 o Brasil também chegou à final em Montaigu, mas perdeu nos pênaltis para Portugal. O primeiro título foi conquistado em 1984.

É CAMPEÃO! #SeleçãoSub17 venceu a Argentina por 2 a 1 e conquistou o Torneio de Montaigu. Valeu, garotada!! 🏆🇧🇷 pic.twitter.com/TClAraok5F

— CBF Futebol (@CBF_Futebol) April 18, 2022

A vitória sobre a Argentina corou uma campanha exitosa da seleção no torneio francês. Sem perder nenhum jogo, o ataque brasileiro somou 11 gols, cinco deles marcados por Endrick, artilheiro da competição, que balançou a rede em quatro partidas. O meia Guiherme anotou outros três gols.

Na edição deste ano, a seleção Sub-17, comandada pelo técnico Phelipe Leal, goleou o México na estreia por 4 a 0, empatou em 2 a 2 com a Holanda, e superou a Inglaterra por 3 a 0 antes de chegar à final contra a Argentina.

Jogo

Com menos de dois minutos de jogo, Luís Guilherme lançou o camisa 9 Endrick, que partiu em velocidade, ganhou a dividida com o goleiro argentino e mandou para o fundo da rede, abrindo o placar para o Brasil.  Na sequência, a dupla teve chance de ampliar, mas o goleiro Díaz evitou. Os hermanos equilibraram a partida e chegaram ao empate aos 13 minutos, com Ruberto. O duelo seguiu acirrado, com oportunidades de lado a lado, até que aos 34 minutos, Endrick foi derrubado dentro da área, e o juiz anotou pênalti, que Luis Guilherme cobrou com maestria, fazendo o segundo do Brasil.

Após o intervalo, o jogou seguiu acelerado. A melhor chance da seleção surgiu aos 19 minutos, em cobrança de falta de João Henrique, que o goleiro Díaz afastou. A bola ainda sobrou para Da Mata, mas ele acertou a trave. Em seguida foi a a vez de Alejo quase marcar para os argentinos. E eles buscaram o empate até os minutos finais, mas o goleiro César fez boas defesas e a vitória foi mesmo verde e amarela.

Fonte: EBC

Read More

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.