Publicidade

O Rubro-Negro paranaense foi aos mesmos sete pontos do Libertad, mas fica em segundo pelo saldo de gols. Os brasileiros ainda se beneficiaram do empate sem gols entre Caracas (Venezuela) e The Strongest (Bolívia), que se enfrentaram na terça-feira (17) e aparecem com seis pontos. O time boliviano está à frente do venezuelano pelo saldo, impulsionado pela goleada por 5 a 0 aplicada no próprio Athletico, no último dia 3 de maio.

O resultado na capital boliviana La Paz, aliás, determinou a queda de Fábio Carille e a contratação de Luiz Felipe Scolari como técnico no Furacão. A partida desta quarta, portanto, marcou a estreia de Felipão no comando do Rubro-Negro na competição sul-americana, da qual foi campeão dirigindo Grêmio e Palmeiras.

Após um primeiro tempo de poucas emoções, o Athletico desencantou na etapa final. Aos dez minutos, o atacante Tomás Cuello recebeu na ponta esquerda, próximo à entrada da área, levou para o pé direito e marcou um golaço, encobrindo o goleiro Martín Silva. Aos 23, David Terans iniciou o contra-ataque desde o campo de defesa e abriu para o também meia Agustín Canobbio, que disparou pela direita, entrou na área e mandou para as redes.

O Athletico decide o futuro na Libertadores na quinta-feira da semana que vem (26), novamente na Arena da Baixada, contra o Caracas, às 19h (horário de Brasília). No domingo (22), no mesmo horário, o Furacão também joga em casa, mas diante do Avaí, pelo Campeonato Brasileiro.

source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.