Publicidade

Em 2021, os paulistas levaram a melhor. Na partida de ida, no Allianz Parque, as equipes empataram sem gols. Na de volta, no Mineirão, nova igualdade, agora por 1 a 1, com gols dos atacantes Eduardo Vargas para o Atlético e Dudu a favor do Palmeiras. O critério do gol fora de casa (que não consta no regulamento deste ano) decidiu a classificação do Verdão, que ainda conquistaria o terceiro título sul-americano, sendo o segundo consecutivo, ao ganhar do Flamengo na decisão, em Montevidéu (Uruguai).

O cenário do confronto deste ano é diferente do ano passado. Em 2021, além de ter a melhor campanha daquela Libertadores, o Atlético liderava o Brasileirão (o Palmeiras estava em segundo) e também vinha forte na Copa do Brasil (onde o Verdão caiu na terceira fase, para o CRB). Os mineiros, inclusive, venceram os dois torneios. Desta vez, é o time paulista que encabeça a tabela do campeonato nacional (o Galo é o sétimo) e chega ao duelo como melhor time do torneio sul-americano, com 100% de aproveitamento após oito partidas.

Técnico que levou o Atlético aos títulos brasileiro e da Copa do Brasil em 2021, Cuca foi recontratado após a demissão de Antonio “El Turco” Mohamed, mas a reestreia foi amarga: derrota por 3 a 0 para o Internacional, no Beira-Rio, em Porto Alegre, no último domingo (31), pela 20ª rodada do campeonato nacional. Para complicar, o lateral Guilherme Arana saiu de campo reclamando de dores na coxa e virou dúvida – Dodô é opção. O volante Allan, que ainda cumpre suspensão pela expulsão no empate por 1 a 1 com o Emelec, em Guayaquil (Equador), no primeiro jogo do confronto das oitavas de final, está fora e deve dar a lugar a Otávio.

No reencontro de Cuca com a torcida no Mineirão, o Galo deve ir a campo com: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guga (Guilherme Arana); Otávio, Jair e Nacho Fernández; Ademir, Keno e Hulk.

No Palmeiras, o técnico Abel Ferreira ainda não sabe se poderá contar com Rony, que está recuperado de uma lesão na coxa, mas sem ritmo de jogo. Na vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, no sábado passado (30), na Arena Castelão, em Fortaleza, pelo Brasileiro, José López foi escolhido como substituto do atacante. Na ocasião, o treinador português escalou o Verdão com força máxima.

A provável formação alviverde terá Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Joaquín Piquerez; Danilo, Zé Rafael, Raphael Veiga e Gustavo Scarpa; Dudu e José López.

source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.