Publicidade

Recarga do Volvo C40 elétrico no shopping Center Norte em SP. Veja o vídeo!

Depois de testar o carro nas ruas e estradas do México avaliamos o C40 no dia a dia da capital paulista. Diferente e arrojado, o C40 com desenho cupê chama mais atenção e não parece um modelo elétrico. Até o momento em que se entra no veículo.

Ele dispensa chave de ignição. Basta estar com o controle remoto no bolso ou no console central e acionar o câmbio em “D” partindo com o veículo em silêncio. São 413 cv e 67kgfm de torque distribuído em dois motores, um por eixo, mas com um controle acima do esperado por se tratar de uma tração integral. A Volvo só excluiu os modos de condução mas permite a dosagem do desempenho para melhorar a autonomia.

Nas cidades, força e conforto andam juntas enquanto o controle de Cruzeiro, frenagem automática, alerta de atenção ao tráfico e câmera 360° facilitam a operação do carro em vagas difíceis ou no trânsito engarrafado. Já na estrada, mantendo controle no acelerador, a autonomia não vai vertiginosamente como em outros modelos que testamos. De São Paulo a Jundiaí em uma viagem de 160 km, a autonomia se manteve dentro do previsto.

Aliás, isso é algo que se pode calcular com o navegador do carro que está na multimídia de 12,3 polegadas com sistema Google. Ela marca com quanto de carga o carro chegará ao destino previamente marcado. Isso ajuda muito a prever quando será necessário recarregar novamente.

Testamos o recarregador residencial do tipo wallbox onde o C40 foi “abastecido” ao longo de uma noite em um tempo de oito horas. Também testamos o recarregador da Porsche Stuttgart em São Paulo, com 150kw, que elevou de 60% para 92% o nível de carga em pouco mais de 30 minutos. Esse tipo de carregador também está disponível em alguns pontos instalados pela própria Volvo e faz parte de um plano de instalação de pontos ao custo de R$ 10 milhões.

Na estrada o controle de cruzeiro adaptativo pode ter ajuste de distância permitindo maior segurança na direção do C40 que “age” rápido quando um carro entra na frente ou quando o trânsito desacelera. Para essas viagens vale lembrar que o porta malas tem 413l de capacidade, um pouco raso para um Crossover desse porte, e o banco traseiro tem um elevado túnel central bem como a coluna C rebaixada e apesar de comportar três passageiros requer certa generosidade por conta do espaço reduzido.

source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.