Publicidade

Durante o ano de 1988 a Internet chegou até o Brasil por iniciativa da comunidade acadêmica das principais cidades do país: Rio de Janeiro e São Paulo. No entanto, foi apenas durante o ano de 1994 que a população obteve acesso por meio de linhas discadas.

A Internet é uma das maiores invenções do século XX e desde a sua invenção os novos desenvolvimentos continuam avançando e transformam a forma como nós vivemos e como nós nos relacionamos.

Os crimes virtuais são aqueles que usam as redes de computadores ou os dispositivos móveis conectados para praticar os atos criminosos que, por sua vez, podem gerar danos a patrimônios e a indivíduos por meio da extorsão dos recursos financeiros, do estresse emocional ou até mesmo causar danos à reputação da vítima que foi exposta na Internet.

A natureza complexa do crime que ocorre em um espaço virtual, fica evidente pelo envolvimento cada vez maior de grupos de crime organizado. Uma vez que os criminosos virtuais se aproveitam do comportamento das pessoas na Internet além de também acompanhar as novas tendências.

Em todas as partes do mundo, os temas para TCC sobre crimes cibernéticos já foram motivo dos mais diversos estudos universitários e, por essa razão, pode ser também o tema de trabalhos científicos. Este tema ganhou grande interesse do público universitário brasileiro que pode optar em fazer o TCC sobre crimes cibernéticos em 2022.

Os crimes na Internet, também são conhecidos por crimes cibernéticos e são muito mais comuns do que nós pensamos. No entanto, o que será que o nosso país está fazendo para combater este tipo de violência?

Os estudos nas universidades e o crime cibernético

Os crimes cibernéticos são as atividades ilícitas que são praticadas na Internet, através de dispositivos eletrônicos, tais como o computador e o telefone celulare. Os criminosos virtuais podem roubar os dados confidenciais e as informações, no momento em que aplicam golpes.

Por esse motivo, os crimes virtuais podem envolver, de um lado, um ou mais criminosos e, do outro, uma ou mais vítimas. O TCC sobre crimes virtuais pronto é uma opção para saber mais sobre os crimes virtuais.

No meio acadêmico, alguns tipos de artigo já foram publicados e na maior parte dos crimes, sejam eles praticados pela motivação da vingança ou pelo fanatismo, o dinheiro entra como a motivação número um de todos os criminosos.

Por sua vez, por terem conseguido os dados e as informações que muitas vezes são consideradas confidenciais, esses criminosos exigem o chamado “resgate” que é do que um pagamento para a devolução do que já foi roubado.

Em casos como o pré-projeto de TCC, é muito comum a pesquisa de campo sobre este tipo de crime cibernético. Uma vez que todas as práticas podem levar os criminosos a roubarem o dinheiro das vítimas que podem realizar o crime também por meio da exigência de dinheiro ou de cripto moedas em troca dos dados obtidos de maneira ilegal.

Porém, como será que é possível se precaver dos crimes que ocorrem na Internet?

Já que os crimes cibernéticos podem atingir desde as pessoas e as redes privadas até mesmo as empresas de pequeno, médio ou até mesmo de grande porte.

Os alunos da pós graduação do curso de direito, por exemplo, podem realizar a sua monografia de tese de conclusão de curso com o tema de direito voltado para os crimes virtuais.

Quais são os tipos de crimes cibernéticos que existem

O crime cibernético pode aparecer sob as mais diversas formas de desenvolvimento de redação, algumas das quais não são óbvias à partida. Por exemplo, ao roubar um computador físico essa ação pode ser categorizada como uma atividade cibernética criminosa. Uma vez que o infrator venha ter objetivo de usar a informação armazenada neste computador como uma vantagem pessoal.

Os tipos de crimes virtuais mais conhecidos são:

  1. Engenharia Social – A manipulação psicológica de pessoas para realizar ações ou divulgar informações confidenciais. Os criminosos virtuais utilizam a engenharia para cometer as fraudes online. As técnicas de engenharia social são frequentemente combinadas com elementos de tecnologia. Por exemplo, o uso de phishing , de modo geral, usam as mensagens enganosas e manipuladoras, além de sites falsos e de malware.
  1. Cyberbullying – Ocorre quando adolescente ou uma criança mais nova usa um dispositivo de computação para ameaçar, humilhar ou até mesmo assediar um outro colega. Pode ocorrer em um laptop, em telefones celulares ou em tablets, e ao vivo em plataformas como mensagens de texto, a troca de e-mails, em fóruns online e até mesmo em salas de bate-papo.
  1. Roubo de Identidade – No instante em que os criminosos cibernéticos conseguem os dados pessoais da possível vítima, podem usá-los para desviar os recursos da sua conta bancária, além de ter acesso a informação confidencial, ou até mesmo a criar documentos falsos ao utilizar a identidade da vítima. Os hackers podem também utilizar esta informação pessoal para poder planejar as atividades criminosas futuras ou até mesmo para reclamar os benefícios fiscais em seu nome. Durante os últimos anos, o roubo de identidade teve um crescimento enorme em toda a história da tecnologia.
  1. Pirataria de Software – Ocorre com a reprodução, a distribuição e o uso não autorizados de software. O software pirata pode assumir as mais diversas formas de produtos comerciais falsificados além de downloads e de reproduções ilegais, assim como as violações de acordos de licenciamento que podem limitar o número de usuários que podem acessar um determinado programa.
  2. Phishing –  Os criminosos virtuais utilizam os golpes de phishing por meio de emails que possuem como remetentes as pessoas ou as grandes empresas que, de modo aparente, são muito confiáveis. Ao receber um email suspeito o criminoso virtual faz com que a possível vítima faça o download de um arquivo, clique em um link, preencha um formulário ou até mesmo forneça as informações do seu cartão de crédito.

Read More

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui