Publicidade

O primeiro tempo foi movimentado, com domínio do São Paulo mesmo atuando fora de casa. O goleiro Cássio, do Corinthians, fez diversas defesas difíceis, como no chute de Alisson, que recebeu dentro da área e bateu de primeira, à direita. O camisa 12 corintiano se esticou para colocar para escanteio, aos 18.

Aos 26, o goleiro novamente precisou trabalhar em cabeçada de Calleri após longo lançamento de Rodrigo Nestor.

Em meio ao domínio tricolor, o Corinthians chegou a balançar as redes aos 35, com Jô, mas o gol foi anulado por impedimento de Renato Augusto, que fez o cruzamento.

Uma confusão entre jogadores dos dois times, somada ao tempo para revisar e anular o gol corintiano, resultaram em longos acréscimos e o São Paulo enfim conseguiu seu gol aos 50 minutos. Após cobrança de falta na área, Alisson ficou com a sobra e encontrou Calleri dentro da área. O argentino dominou e fuzilou, abrindo o placar e marcando pela sétima vez no campeonato. Ele é o artilheiro da competição.

Antes do intervalo, o Tricolor ainda teve tempo para exigir três grandes defesas de Cássio no mesmo lance.

Logo no início da segunda etapa, um fato extracampo chamou a atenção: o árbitro Wilton Pereira Sampaio comunicou ao quarto árbitro que uma parte da torcida corintiana entoou cânticos homofóbicos direcionados ao São Paulo. O ato pode ser usado para uma eventual punição ao time.

Aos 15, o São Paulo teve um gol anulado por impedimento de Eder. Na primeira metade do segundo tempo, a equipe ainda se impunha ao rival, mas pouco a pouco foi perdendo território.

As investidas deram resultado para o Timão. Aos 34, três jogadores que entraram após o intervalo em mexidas do técnico Vitor Pereira montaram a jogada do gol do empate. Júnior Moraes tocou para a esquerda, onde Lucas Piton dominou e cruzou para Adson completar de cabeça.

O empate estendeu o tabu do São Paulo no estádio do Corinthians: desde que a Arena foi inaugurada, em 2014, o Tricolor nunca bateu o adversário em território inimigo. São 16 jogos, com dez vitórias corintianas e seis empates.

As duas equipes têm compromissos pelos torneios continentais no meio da semana. Na quinta (26), o Timão decide seu futuro na Libertadores diante do Always Ready (Bolívia), a partir das 21h (horário de Brasília) em casa. A equipe luta por uma das duas vagas do Grupo E com o Deportivo Cali (Colômbia) e o Boca Juniors (Argentina).

Já o São Paulo tem um duelo menos tenso, pois já está classificado à próxima fase da Copa Sul-Americana. Na quarta (25) o Tricolor recebe o Ayacucho (Peru).

Pelo Brasileirão, o São Paulo joga no sábado (28) contra o Ceará, no Morumbi. No dia seguinte, o Timão defenderá a liderança diante do América-MG, também em casa.

source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.