Publicidade

Para começo de conversa a favela e a floresta se encontram na palavra periferia, aquela que não está no centro, cada uma a seu modo, ambas com séculos de construção narrativa baseada na negatividade, lugares onde estão as pessoas fora da lei, que atrasam o progresso, que muitas vezes nem são vistas como pessoas.

São territórios nos quais seus moradores são constantemente ameaçados pelo poder do Estado e da milícia, as balas chegam nos inocentes em cima do morro, como no Complexo do Alemão, ou no Vale do Javari.

A crise ambiental é real, as enchentes em Petrópolis, no Rio de Janeiro ou em Ilhéus, na Bahia, as ondas de calor na Europa, a explosão de problemas respiratórios em todo o mundo, tudo isso está conectado. O aquecimento global parece um problema muito distante, pauta de ambientalista, mas as suas consequências mais graves acontecem para moradores de favelas e periferias, para os indígenas e quilombolas em seus territórios.
Leia mais (07/29/2022 – 19h06)
source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.