Publicidade

O setor kirchnerista do governo argentino e a própria vice-presidente Cristina Fernández de Kirchner desencadearam, de forma impressionante, dada a profundidade da crise econômica que a Argentina está atravessando, uma nova barragem contra o Poder Judiciário no geral e particularmente contra a Suprema Corte de Justiça.
Leia mais (08/04/2022 – 08h00)
source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.