Publicidade

O pivô Lucas Mariano e o ala-pivô Lucas Dias, ambos do Franca, anotaram 20 pontos e foram os cestinhas da partida. Com sete rebotes, Lucas Dias foi eleito o melhor jogador em quadra. O ala-armador Georginho, também da equipe paulista, fez 17 pontos e distribuiu cinco assistências. Do lado rubro-negro, os destaques foram o ala-armador Luke Martínez e o armador Yago, ambos com 15 pontos.

As equipes se reencontram nesta quinta-feira (2), às 19h15 (horário de Brasília), no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, que também receberá o jogo três do confronto, no próximo sábado (4), às 16h10. Caso necessário, o Pedrocão será palco da quarta partida, no dia 9, às 19h, e da quinta, às 16h10, dois dias depois.

Maior campeão do basquete masculino, o Franca busca o título brasileiro pela 12ª vez, sendo o primeiro na era NBB (iniciada em 2008). Os paulistas não ganham um campeonato nacional desde 1999 e precisam de mais duas vitórias no confronto para encerrar o jejum. O Flamengo, por sua vez, é o segundo com mais títulos, tendo oito taças (sete no NBB). O Rubro-Negro ganhou as duas últimas edições do torneio. Para levar o tri, tem que levar a melhor em três dos próximos quatro jogos da série decisiva.

A eficiência do Franca fez a diferença na primeira metade da partida. Os paulistas lideraram o placar na maior parte do tempo, ficando atrás somente entre os minutos dois e três do segundo período, quando o Flamengo passou à frente por dois pontos. Os anfitriões foram mais precisos nos arremessos, especialmente de dois pontos, com 64% de acerto em 14 tentativas. Em 23 bolas, os cariocas tiveram apenas 47% de aproveitamento. Não à toa, o time da casa foi para o intervalo ganhando por 41 a 32.

O terceiro período foi o mais disputado da partida, com Franca abrindo 14 pontos e o Flamengo buscando o empate a um minuto do fim da parcial, liderado pelas bolas de três de Martínez. Nos segundos finais, os paulistas encaixaram dois contra-ataques e retomaram o controle do jogo. Os cariocas ganharam o quarto por 26 a 24, mas pouco impactando a vantagem dos anfitriões, ainda em sete pontos.

Os dez minutos finais foram de domínio total do Franca, com uma eficiência que chegou a quase 70% nas bolas de três pontos (terminou em 50%). Os paulistas abriram 16 pontos de frente, os cariocas reagiram e encurtaram a diferença para seis pontos, mas a vitória ficou mesmo com os anfitriões, para festa da torcida no Pedrocão.

source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.