Publicidade
Gabriel Luiz, 29 anos, foi esfaqueado enquanto voltada do supermercado REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS – 15.04.2022

A Polícia Civil afirmou que o ataque contra o jornalista Gabriel Luiz, da TV Globo, foi tentativa de latrocínio. De acordo com o delegado que cuida do caso, Douglas Fernandes, os suspeitos afirmaram que não conheciam a vítima e que R$ 250 foram levados da carteira do profissional de imprensa. A polícia afirma que “nada leva a crer em outra hipótese”, mas que não se descarta a participação de outras pessoas. Um suspeito de 19 anos foi preso e um adolescente de 17, apreendido. Eles confessaram o crime, segundo a polícia. 

As suspeitas de latrocínio se fortaleceram após o menor ir até o Hospital de Base do Distrito Federal, mesmo hospital em que Gabriel estava internado, alegando que tinha sido ferido em uma tentativa de assalto contra ele. O menor foi levado pela mãe de um amigo, que também o conduziu a uma delegacia, para registrar o suposto crime.

Em depoimento aos policiais, ele se contradisse e acabou confessando que teria sido atingido pelo próprio companheiro durante o ataque a Gabrial. O delegado afirmou que os suspeitos disseram que só tiveram conhecimento de quem era o jornalista e da repercussão do crime neste sábado. 

NOVO COSTA MARQUES

O suspeito de 19 anos disse, em depoimento, que usou drogas com o menor e que eles combinaram de cometer crimes.

“Um dos indivíduos deu um mata-leão na vítima e o outro desferiu a facada. Ambos no depoimento disseram que não conheciam a vítima, que escolheram uma vítima a esmo. O próprio autor disse que descartou o celular por saber que seria localizado”, disse o delegado.

Fonte: R7

Jornalista da Rede Globo é esfaqueado em Brasília (veja o vídeo)

Read More

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.