Publicidade

Gesto do ‘L’, musiquinha do Calleri, braços para cima de Gabigol… Diversos jogadores que atuam no futebol brasileiro possuem comemorações folclóricas, que são muito imitadas, inclusive, por torcedores. Agora, com o início do Brasileirão, muitas destas comemorações serão vistas pelo público no país inteiro durante as rodadas.

GALERIA

> A janela fechou! Veja os clubes do Brasileirão que mais se reforçaram



Entre dancinhas e sinais enigmáticos, muitas vezes a comemoração tem significados específicos, que você torcedor não entende ou não conhece o motivo. Pois bem, o LANCE! está aqui para ajudá-lo. Vamos juntos ver por qual motivo os maiores artilheiros atuais do futebol brasileiros adotam gestos habituais na hora de festejarem seus gols.

‘L’ DO CANO

Artilheiro e principal atacante do Fluminense, o argentino Cano, desde a época de Vasco, comemora seus gols fazendo um ‘L’ com a mão esquerda, o que virou febre entre torcedores de ambos os clubes.

O centroavante faz o gesto em homenagem ao seu filho Lorenzo, usando a inicial de seu nome quando marca gols. Ele já anotou 10 gols em 21 jogos com a camisa do Tricolor das Laranjeiras.

Flamengo x Fluminense - Cano

Cano e companheiros comemoram fazendo o ‘L’ (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

TOCA NO CALLERI QUE É GOL

A música em homenagem ao centroavante surgiu em 2016, na primeira passagem do atacante pelo São Paulo. Naquela época, Calleri foi o quarto reforço do Tricolor para a temporada, chegando por empréstimo de apenas seis meses do Boca Juniors (ARG).

Ao longo da passagem em questão, o camisa 9 marcou 16 gols em 31 jogos, tendo uma média de um gol a cada 4,7 finalizações. Ele ainda anotou três assistências e, com esse bom desempenho, ganhou de presente a música ‘Oooh… Toca no Calleri que é gol’ da torcida do São Paulo. O canto ganhou força nesta segunda passagem do argentino pelo Tricolor. Calleri foi vice artilheiro do Paulistão 2022, com oito gols, e é o maior goleador do Brasileirão 2022, com quatro tentos em duas partidas até aqui.

Calleri São Paulo

Calleri comemora pelo São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

‘MUQUES’ DE GABIGOL

Ídolo do Flamengo, Gabigol tem uma comemoração marcante quando anota seus gols: os ‘muques’. O gesto virou febre na torcida Rubro-Negra e o jogador transformou a celebração em uma marca registrada principalmente em 2019, ano que conquistou o Brasileirão e a Libertadores pelo Fla.

Em entrevista ao canal ‘De Sola’, em 2019, Gabigol revelou que a comemoração foi pensada na igreja, quando um amigo sugeriu que ele fizesse uma celebração diferente. Segundo o atacante, o gesto é uma ‘glorificação a Deus’. Na entrevista em questão, o camisa 9 ressaltou que a comemoração não é uma provocação aos rivais.

Palmeiras x Flamengo - Comemoração Gabigol

Gabigol comemora com os muques (Foto: Juan Mabromata / AFP)

A FUSÃO GABRIEL/BRUNO HENRIQUE



No Flamengo, Gabigol ainda teve tempo de criar mais uma marca. Junto do amigo Bruno Henrique, fazem a chamada Dança Metamoru, em que os personagens do desenho Dragon Ball Z iniciam a fusão de seus poderes.

A referência passou despercebida até pelo narrador Luiz Roberto, da TV Globo, que no ano passado disse no ar que a comemoração era ‘para formar um grande coração.’ Acabou sendo corrigido pelo comentarista Roger, mas acabou virando meme na internet.

Bruno Henrique e Gabigol

A fusão que faz sucesso no Fla (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

FORÇA DE HULK

Essa, talvez, seja a comemoração mais autoexplicativa. Pudera. Se você tivesse o nome de guerra de um famoso personagem de história em quadrinhos conhecido pela força descomunal, como comemoraria seus gols?

Pois é, Hulk, ídolo do Atlético-MG, carrega o apelido do super-herói, por sua avantajada estrutura física desde muito jovem, e a celebração da ‘força’ vem deste contexto.

Atlético-MG x Fortaleza - Hulk

Hulk celebra mais um gol pelo Galo (Foto: Pedro Souza / Atlético)

RONY E AS CAMBALHOTAS

‘Não consigo parar’, disse Rony sobre suas cambalhotas em entrevista à TNT Sports, em 2020. Quando o camisa 10 do Palmeiras marca seus gols, ele capricha nas acrobacias e, no final, imita o gesto de Cristiano Ronaldo.

O Palmeiras chegou a cogitar multar o zagueiro Vitor Hugo, ex-companheiro de Rony, caso desse mortais nas comemorações. Sobre essa possibilidade, ainda na entrevista à TNT, o atacante disse que ‘vai encher o clube de multas’, pois não consegue parar com as cambalhotas. Rony revelou que comemora seus gols desta maneira desde as ‘peladas’ que jogava.

Palmeiras x Independiente Petrolero - Rony)

Rony corre e se prepara para a famosa cambalhota (FOTO: NELSON ALMEIDA / AFP)

‘O FRED VAI TE PEGAR’

Há pelo menos 12 anos o atacante Fred escuta das arquibancadas o cântico: ‘O Fred vai te pegar’. A música começou na torcida do Fluminense, durante a primeira passagem do camisa 9, na qual conquistou dois Campeonatos Brasileiros e um Carioca.

A música foi repetida por torcidas de outros clubes que Fred passou após o Fluminense, como Atlético-MG e Cruzeiro.

Fred - Fluminense x Atlético-MG

Fred celebra seu gol pelo Flu (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)

‘EL TORO’ ERISON

Reforço do Botafogo em 2022 e destaque do time na temporada, tendo marcado dez gols em 14 jogos ao todo, além de somar três assistências, Erison recebeu o apelido de ‘El Toro’ da torcida do Alvinegro e revelou que já havia sido comparado ao animal em ocasiões anteriores.

O atacante jogou a temporada passada no Brasil de Pelotas e, pelo Botafogo, neste ano, foi eleito revelação do Campeonato Carioca. Em homenagem à torcida do Fogão, que o adotou como xodó, Erison comemora seus gols rastejando o pé no chão, se preparando para correr – como um touro – e dispara em direção à bandeira de escanteio, a qual atinge com um chute.

* Sob supervisão de Marcio Monteiro

Botafogo x Ceará - Comemoração Erison

Comemoração de ‘El Toro’ Erison (Foto: Vítor Silva/Botafogo)



























Read More

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.