Publicidade

A Delegacia da Polícia Civil de São José do Xingú, na região nordeste de Mato Grosso, cumpriu na segunda-feira (23.05) a prisão preventiva de um homem de 61 anos investigado por estupro de vulnerável contra uma adolescente de 12 anos.

De acordo com o delegado Gustavo Ataíde Fernandes, a prisão foi representada à Justiça após a investigação instaurada apontar que a menor de idade sofreu abusos sexuais do padrasto. O mandado de prisão foi deferido pela 3º Vara Criminal da Comarca de Porto Alegre do Norte.

A Polícia Civil apurou que ele tocou as partes íntimas da adolescente em troca de presentes que prometeu à menor. Os fatos ocorreram entre os meses de fevereiro e março deste ano.

A investigação apontou ainda que ele ficava observando a menina tomar banho e ainda teria incentivado os outros dois irmãos da vítima, ambos menores, a manterem relações sexuais entre si, enquanto ele abusava da adolescente. Os irmãos se recusaram a fazer o que o investigado havia pedido.

A mãe dos menores procurou a Polícia depois que pediu que o suspeito saísse de casa. Apesar disso, ele ficava rondando a residência, causando temor na família.

“Além do crime cometido, esse comportamento motivou também a representação pela prisão preventiva, haja vista a gravidade dos fatos e para preservação das vítimas”, destacou o delegado Gustavo Fernandes, acrescentando que o autor do crime se aproveitou da situação de vulnerabilidade econômica da família, que veio do Maranhão sem recursos, para praticar os atos.

A investigação está em fase final e será remetida ao Poder Judiciário.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.