Publicidade

Moro em Higienópolis, a uma distância razoável da tal casa abandonada que se tornou, por causa de um podcast, o maior point de progressistas da região. A casa onde antes vivia uma mulher repugnantemente racista, que deveria ter sido presa. A casa onde hoje reside o corpo débil de uma psicótica com distúrbios severos.
Leia mais (07/21/2022 – 19h36)
source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.