Publicidade

Em 1939, a dupla Adolf Butenandt e Leopold Ruzicka foi laureada com o Nobel de Química pela descrição da síntese de testosterona. A descoberta viria a beneficiar homens com deficiência na produção desse hormônio -o chamado hipogonadismo, que resulta em perda de força, libido, fertilidade etc. Mas não foram os efeitos terapêuticos que deram à testosterona e seus análogos o cartaz atual.
Leia mais (08/01/2022 – 07h00)
source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.