Publicidade

Foi uma não-surpresa que surpreendeu a todos. Eleitores do Kansas compareceram em massa às primárias e, respondendo a uma consulta popular, disseram que a Constituição do estado deve continuar a garantir o direito das mulheres ao aborto. O placar foi eloquente, 59% a 41%, num estado solidamente republicano. Esse foi o primeiro teste democrático por que passou o aborto desde que a Suprema Corte reverteu Roe vs. Wade, abrindo caminho para os estados proibirem o procedimento.
Leia mais (08/04/2022 – 18h03)
source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.