Publicidade

O jogador de 20 anos estava emprestado até o final da temporada ao Bragantino, equipe que também encerrou o vínculo com Renan.

A informação foi confirmada pela assessoria do atleta nesta terça-feira (2): “O atleta Renan, através de sua assessoria, informa que foi comunicado, na última sexta-feira [29], da rescisão do contrato pelo Red Bull Bragantino, bem como no sábado [30] pela Sociedade Esportiva Palmeiras. O atleta está concentrado em sua defesa e na tentativa de retomar a sua carreira, e refuta qualquer descumprimento de contrato, tanto em relação ao Red Bull, como em relação ao Palmeiras”.

Um dia após a prisão, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) concedeu liberdade provisória ao zagueiro, mas com a condição de o jogador pagar uma fiança no valor de 200 salários mínimos, em torno de R$ 242 mil.

O acidente aconteceu na Rodovia Alkindar Monteiro Junqueira, no bairro Quinta da Baronesa, em Bragança Paulista (SP). Renan foi detido por homicídio culposo e passou a noite na cadeia pública de Piracaia (SP), cidade vizinha. Na decisão referente à audiência de custódia, foi informado que o zagueiro não possuía permissão para dirigir e estava conduzindo “sob a influência de álcool”. As imagens da tragédia mostram que o defensor estava com o carro na contramão.

source

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.