Publicidade

No futebol tudo é muito rápido e dinâmico. Que o diga o técnico Paulo Sousa, do Flamengo. Bastaram duas vitórias com atuações convincentes do time – contra o Talleres (3 a 1), na terça (12), e São Paulo (3 a 1), nesse domingo, ambas no Maracanã, para que a torcida trocasse insultos por aplausos e já o reverenciasse como o comandante certo para a temporada do Rubro-Negro.

Como o dia a dia no Flamengo está sempre sujeito a chuvas e trovoadas, é bom que o time mantenha o embalo. Nessa quarta (20), por exemplo, o adversário será nada mais nada menos que o Palmeiras, no Maracanã. No sábado, 23, o Athletico-PR, fora de casa. Já na semana que vem, estará no Chile para jogar contra o Universidad Católica, pela Libertadores.

Vai ser uma sequência importante para que a instabilidade do Flamengo neste início de ano fique para trás. A bem da verdade, Paulo Sousa vem se esforçando para isso. Deixou, por exemplo, Everton Ribeiro com liberdade para se movimentar no meio e no ataque da equipe nas duas últimas partidas e ele voltou a render muito bem.

É bom, no entanto, que o técnico ouça a voz da torcida e chegue à conclusão que Rodinei não pode ser o titular da lateral-direita – Isla ou Matheuzinho são as melhores opções para o setor. Há ainda uma outra questão que precisa ser bem analisada: Willian Arão tem mesmo potencial para ser escalado na zaga?

Fonte: Terra

Read More

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.