Publicidade

Dos 8 mil cartões do programa ‘Ser Família Emergencial’ destinados à população carente do município de Várzea Grande, apenas 171 unidades não foram entregues e deverão ser devolvidos à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania – Setasc. De acordo com o calendário do órgão estadual, o dia 20 de junho foi fixado como prazo final para entrega dos cartões em todos os municípios de Mato Grosso.

De acordo com o prefeito Kalil Baracat, o programa do Governo do Estado contribui com a renda familiar de diversas famílias afetadas pela crise econômica e pelo desemprego decorrentes da pandemia da covid-19. “Muitas pessoas perderam o trabalho ou, na melhor das hipóteses, tiveram a renda doméstica afetada. Por isso, envidamos todos os esforços, nessa parceria com a gestão Mauro Mendes, no sentido de ajudar os nossos irmãos várzea-grandenses”.

A secretária de Assistência Social de Várzea Grande, Ana Cristina Vieira, explicou que o Município elaborou toda uma estrutura e logística para a distribuição dos cartões, e todo um cuidado especial para que o benefício de fato possa atender àquelas famílias que mais necessitam de ajuda. A distribuição dos cartões teve início no dia 13 de maio, na sede da Secretaria, iniciando pelos nomes cadastrados com a letra primeira letra do alfabeto.

“Já nos dias 16, 17 e 18 de maio, realizamos um grande mutirão no Centro Pastoral Padre Aldacir Carniel [Cepac], para atender aos beneficiários cadastrados com os nomes iniciados com as demais letras do alfabeto. Já a partir do dia 19 de maio, as entregas dos cartões ocorreram na Secretaria de Assistência, até a data de ontem”, destacou Ana Cristina.

A troca dos cartões se deu em função de o Governo do Estado romper o contrato que estava vigente com a empresa Eovale (Meovale), abrindo, em seguida, uma nova licitação de forma emergencial, para não prejudicar as famílias que dependem do auxílio. Segundo a gestão, o rompimento ocorreu após o Estado repassar recursos a empresa que não repassou aos beneficiários.

A coordenadora do Programa de Proteção Básica de Várzea Grande, Bernadete Miranda, disse que a equipe da Secretaria de Assistência Social, responsável pela entrega dos cartões do programa ‘Ser Família Emergencial’, está fazendo apenas os ajustes finais na elaboração dos documentos e certificações dos beneficiários que fizeram a retirada dos cartões, e daqueles que, por um motivo ou outro, não vieram buscar o seu benefício.  “Ainda nesta semana, estaremos repassando a Setasc, uma vez que os cartões remanescentes ainda estão sob nossa responsabilidade”, concluiu.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

I agree to these terms.